Os benefícios financeiros da computação na nuvem

Entenda os benefícios financeiros de se optar pela computação na nuvem e pare de gastar tempo e dinheiro


 

Com a evolução da tecnologia, uma gama de ferramentas tem sido disponibilizada para que as empresas possam obter maior eficiência e redução de custos em seus processos. Muito tem se falado sobre a computação na nuvem e como ela contribui para a rotina das pessoas e a melhoria de processos na empresa. Mas o nosso post de hoje será voltado para os benefícios financeiros que a computação na nuvem pode proporcionar para um negócio. Quer descobrir mais sobre? Então acompanhe conosco e veja como pode se beneficiar dela.

Redução dos custos operacionais

Com a implementação da computação na nuvem, as empresas dispensam os custos com a gestão e manutenção dos data centers, com ar condicionado — responsáveis por manter o ambiente dos servidores resfriado —, com energia elétrica, e até mesmo com o treinamento dos colaboradores que serão responsáveis pela manutenção e suporte desses equipamentos.

Outro custo que pode ser reduzido é o de software. Nos casos em que as empresas optam por sistemas de informação hospedados na nuvem ao invés de comprar licenças que seriam instaladas em cada máquina, o que também restringe o uso, qualquer máquina pode ter o acesso ao sistema. Sem contar que na computação na nuvem as empresas pagam somente pelo que utilizam.

Menor impacto sobre o faturamento

Como os custos com infraestrutura e software são reduzidos, certamente podemos dizer que a empresa ganha obtendo uma margem de lucro maior, uma vez que uma parcela do faturamento que seria destinada à cobertura dos custos, passa a ficar disponível, podendo ser utilizada, inclusive, para novos investimentos que contribuirão para aumentar a eficiência dos processos e melhorar os resultados da empresa como um todo.

Melhoria nos resultados do ROI

O cálculo do ROI — Retorno Sobre o Investimento — é feito utilizando como base o valor disponibilizado para investimento e o valor de economia — ou lucros — obtido após a operacionalização desse investimento. Como no caso da computação na nuvem que podemos observar uma economia nos custos totais da operação.

Além disso, o ROI pode ser observado também através de alguns aspectos do negócio, como por exemplo:

  • A diminuição dos riscos de indisponibilidade de sistemas;
  • A eliminação com a preocupação de manutenção de equipamentos;
  • Fácil implementação de serviços e softwares com baixo custo;
  • Acesso dos dados remotamente, já que as informações estão localizadas na nuvem e qualquer colaborador, a qualquer momento e de qualquer lugar, pode acessar as informações via intranet ou internet;
  • Além do aumento da disponibilidade e da segurança da informação empresarial.

Como podemos ver, a computação na nuvem apresenta como um dos principais benefícios, um dos maiores objetivos de toda a organização: a redução dos custos. Porém, os benefícios dessa tecnologia vão além da economia e alcançam também outros aspectos, como a disponibilidade integral de informações e a eliminação de rotinas que geram mais gastos, como a manutenção de equipamentos. Veja também esse artigo a respeito de TI na nuvem.

Sua empresa já utiliza a computação na nuvem? Quais foram os principais benefícios percebidos após a implementação dessa tecnologia? Compartilhe suas opiniões conosco através dos comentários.

 

Author André Bernardo de Oliveira

Diretor Comercial | Professor de Negócios - Best Seller | Executivo Especialista em Gestão de TI

More posts by André Bernardo de Oliveira

Leave a Reply