8 razões para manter protegidos os dados de sua empresa

Por 3 de fevereiro de 2015 Sem categoria Sem Comentários

Toda e qualquer organização produz informações, dados e documentos diariamente. Alguns deles são sigilosos para alguns públicos e necessitam serem mantidos confidenciais. Ficha cadastral e holerites de funcionários, contratos, informações contábeis, projetos de produtos são exemplos de dados e documentos sensíveis que devem ser armazenados com auxílio de sistemas de proteção de informação para que não sejam vistos por pessoas não autorizadas.

Para se ter uma noção de como manter os dados protegidos têm se tornado uma preopação maior para as empresas, 54,2% dos empresários brasileiros acreditam que os riscos de ataques cibernéticos aumentaram no ano de 2013. Por causa disso, 62,2% das organizações declararam que devem ampliar investimentos em segurança da informação. Os dados são da 16ª Pesquisa Anual Global sobre Segurança Cibernética, realizada pela A EY Brasil. Os resultados mostram claramente o crescimento da preocupação das empresas nacionais em relação à segurança de dados.

Hoje já existem vários ferramentas e certificações de segurança que protegem dados e  aplicações tanto fisicamente como na nuvem. Todas as organizações devem estar atentas ao conjunto de cuidados que possam protegê-las em eventuais ataques. Abaixo, separamos uma lista com motivos para que sua empresa aposte em sistemas específicos para proteção de dados. São eles:

1. Dados da empresa nem sempre estão cobertos por seguro

Vamos ser francos: nem todas as informações importantes da sua empresa estão cobertas por algum tipo de seguro, não é mesmo? Um sistema de proteção de dados é capaz de dar conta do recado, e isso inclui todos os dados gerados por sua organização, se assim for necessário.

2. Leis que regulamentam a proteção de dados

As empresas têm se deparado com mais regulamentações de informações confidenciais e precisam atender a leis de proteção de dados se querem se manter idôneas e bem vistas no mercado. Além disso, as empresas buscam além de adequação às normas, a redução de custos de auditoria e a proteção da reputação da organização. Imagine o que pode acontecer com a reputação de uma instituição financeira que vaze o saldo de seus correntistas, por exemplo.

3. Há um crescente aumento de crimes cibernéticos

Uma pesquisa da Symantec revelou que mais de 50% de todas as empresas que foram alvos de pelo menos um ataque direcionado desde o início de 2010 são de pequeno e médio porte. Ou seja, engana-se o empresário que acredita que apenas as grandes corporações são alvo de crimes na rede.

4. Proteção de contratos, histórico de compras, ciclo de vendas

Dados e demais informações que empresas adquirem ao decorrer do tempo sobre seus clientes, fornecedores e o histórico de relacionamento que manteve durante esse tempo compõe um ativo, muitas vezes, mais valioso que os próprios dispositivos físicos que os guardam.

5. Memória empresarial

Ao realizar o trabalho diário, toda empresa produz um patrimônio, de propriedades materiais e não materiais. A que precisa ser protegida fisicamente é a memória material, que inclui todas as documentações geradas a partir da atuação da empresa na sociedade. A importância desta memória está na praticidade que traz aos colaboradores de encontrar facilmente docucmentações importantes. Quando a equipe de marketing precisa rever campanhas antigas para redefinir o foco estratégico, por exemplo. Esse patrimônio material precisa ser protegido porque ajuda a sustentar a empresa.

6. Perda de informações da base de fornecedores

Esses valores são confidenciais e muitas vezes estratégicos para a atuação no mercado das empresas. Imagina que tudo o que a organização tenha catalogado e registrado sobre fornecedores simplesmente desapareça ou vá cair em mãos erradas? Previna-se!

7. Proteção contra vazamento de informações em redes sociais e outros canais

Sabemos como as mídias sociais têm um poder enorme sobre o compartilhamento de informações e que bastam segundos para que alguém do mesmo bairro saiba de um fato e que um usuário no outro lado do globo fique sabendo da mesma notícia também. Mídias sociais são canais altamente perigosos se usados para prejudicarem uma marca e por isso devem receber atenção especial.

8. Dispositivos móveis são vulneráveis

Que colaborador não tem um smartphone ou tablet hoje em dia e usa também profissionalmente? Esses dispositivos são muito vulneráveis pois além de aumentarem o risco de perda e roubo de dados, também são mais facilmente atingíveis por ataques. Antes de qualquer implementação de sistemas, crie uma política de uso e segurança desses aparelhos móveis dentro da sua empresa.

Organizaçãoes que levem a sério a segurança das informações devem adotar tecnologias que proporcionem os mais altos níveis de proteção de dados e abrangência o quanto antes.

Entendeu por que sua empresa deve manter o banco de dados protegido? Deixe um comentário.